Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Músicas recentes:
Veja as músicas que já tocaram por aqui.

Leopoldina amanhece com maioria dos comércios fechados após decreto do Governo de Minas - Rádio Equipe Leopoldina


No comando: SUCESSOS ANOS 80

Das 0 às 2

No comando: SERTANEJO

Das 2 às 8

No comando: CLÁSSICOS DA MPB

Das 8 às 11

No comando: ROCK CLUB RETRÔ

Das 8 às 11

No comando: SUCESSOS ANOS 80

Das 8 às 11

No comando: SUNSET

Das 8 às 11

No comando: ROCK INTERNACIONAL

Das 8 às 11

No comando: SUCESSOS ANOS 80

Das 8 às 11

No comando: ROCK NACIONAL

Das 8 às 11

No comando: CENA MUSICAL

Das 11 às 12

No comando: ESPECIAL WESLEY SAFADÃO – REPRISE

Das 11 às 13

No comando: CAFÉ.COM

Das 11 às 13

No comando: CLÁSSICOS DA MPB

Das 12 às 13

No comando: SERTANEJO UNIVERSITÁRIO

Das 12 às 13

No comando: ESPECIAL HIP HOP

Das 12 às 13

No comando: POP MUSIC

Das 12 às 13

No comando: POP MUSIC

Das 12 às 13

No comando: ESPECIAL ACÚSTICO

Das 13 às 14

No comando: CLÁSSICOS DA MPB

Das 13 às 14

No comando: VIBE

Das 13 às 14

No comando: ESPECIAL FORRÓ

Das 13 às 14

No comando: ESPECIAL ACÚSTICO

Das 13 às 14

No comando: VIBE

Das 13 às 14

No comando: BANDAS DAQUI

Das 13 às 15

No comando: ESPECIAL HIP HOP

Das 14 às 15

No comando: ESPECIAL ACÚSTICO

Das 14 às 15

No comando: ESPECIAL SAMBA & PAGODE

Das 14 às 15

No comando: CLÁSSICOS DA MPB

Das 14 às 15

No comando: ESPECIAL FORRÓ

Das 14 às 15

No comando: ESPECIAL SAMBA & PAGODE

Das 14 às 15

No comando: POP MUSIC

Das 15 às 16

No comando: ESPECIAL SAMBA & PAGODE

Das 15 às 16

No comando: ESPECIAL FORRÓ

Das 15 às 16

No comando: SERTANEJO UNIVERSITÁRIO

Das 15 às 16

No comando: SERTANEJO UNIVERSITÁRIO

Das 15 às 16

No comando: ESPECIAL FORRÓ

Das 15 às 16

No comando: CAFÉ.COM

Das 15 às 17

No comando: VIBE

Das 16 às 19

No comando: ESPECIAL FORRÓ

Das 16 às 19

No comando: SERTANEJO UNIVERSITÁRIO

Das 16 às 19

No comando: ESPECIAL ACÚSTICO

Das 16 às 19

No comando: ESPECIAL HIP HOP

Das 16 às 19

No comando: CLÁSSICOS DA MPB

Das 16 às 19

No comando: ESPECIAL SAMBA & PAGODE

Das 17 às 19

No comando: POP MUSIC

Das 19 às 21

No comando: BANDAS DAQUI – INÉDITO

Das 19 às 21

No comando: BANDAS DAQUI

Das 19 às 21

No comando: CAFÉ.COM – INÉDITO

Das 19 às 21

No comando: ESPECIAL WESLEY SAFADÃO – INÉDITO

Das 19 às 21

No comando: SUNSET

Das 21 às 0

No comando: SERTANEJO

Das 21 às 0

No comando: ROCK NACIONAL

Das 21 às 0

No comando: SUCESSOS ANOS 80

Das 21 às 0

No comando: ROCK CLUB RETRÔ

Das 21 às 0

No comando: OPEN FORMAT – DJ ADRIEL

Das 21 às 22

No comando: SUCESSOS ANOS 80

Das 22 às 0

No comando: ROCK INTERNACIONAL

Das 22 às 0

Leopoldina amanhece com maioria dos comércios fechados após decreto do Governo de Minas

O comércio de Leopoldina amanheceu vazio na manhã desta segunda-feira, 23 de março, data em que começa a valer o decreto do Governo de Minas determinando estado de calamidade pública. No Centro de Leopoldina, o clima é de feriado: pontos de ônibus vazios, poucos carros nas ruas e o movimento de pedestres está bem reduzido, conforme registro feito às 8h45 na região central da cidade.

Apesar das recomendações das autoridades, uma fila para  se estendia nas imediações da Escola Municipal Ribeiro Junqueira, no Centro, conforme registrado pela Reportagem do jornal O Vigilante Online. Durante a pandemia do coronavírus, é necessário evitar aglomerações, o que acontece nas filas de vacinação nos postos de saúde. É preciso manter distância de dois metros entre as pessoas que estão na fila.

De acordo com o último balanço da Secretaria de Estado de Saúde (SES), em apenas 24 horas o número de pessoas infectadas em Minas Gerais subiu de 54 para 83. As notificações suspeitas chegam a 7.190. Os dados foram divulgados pelo governo do Estado na tarde deste domingo.

Há pacientes com resultado positivo para a enfermidade em Belo Horizonte, Coronel Fabriciano, Divinópolis, Ipatinga, Juiz de Fora, Mariana, Nova Lima, Patrocínio, Poços de Caldas, Sete Lagoas, Uberaba e Uberlândia.

Com o decreto de calamidade pública instituído pelo Governo de Minas para combater a pandemia de coronavírus, há diversas restrições ao funcionamento do comércio em todo o estado. Porém, alguns estabelecimentos devem continuar com as portas abertas, de forma a garantir a prestação de serviços essenciais e também o abastecimento alimentar.

Conforme deliberação anterior, que foi estadualizada, o Executivo suspendeu serviços, atividades ou empreendimentos, públicos ou privados, que têm circulação ou potencial aglomeração de pessoas.

Não podem abrir ou ser realizados:

I – eventos públicos e privados de qualquer natureza com público superior a trinta pessoas;

II – atividades em feiras, inclusive feiras livres;

III – shopping centers e estabelecimentos situados em galerias ou centros comerciais;

IV – cinemas, clubes, academias de ginástica, boates, salões de festas, teatros, casas de espetáculos e clínicas de estética;

V – museus, bibliotecas e centros culturais.

Podem funcionar:

I – farmácias e drogarias;

II – hipermercados, supermercados, mercados, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros, quitandas e centros de abastecimento de alimentos;

III – lojas de conveniência;

IV – lojas de venda de alimentação para animais;

V – distribuidoras de gás;

VI – lojas de venda de água mineral;

VII – padarias;

VIII – postos de combustível;

IX – oficinas mecânicas.

X – agências bancárias e similares;

 

Tem de ficar aberto:

I – tratamento e abastecimento de água;

II – assistência médico-hospitalar;

III – funerárias;

IV – coleta, transporte, tratamento e disposição de resíduos sólidos urbanos e demais atividades de saneamento;

V – processamento de dados;

VI – segurança privada;

VII – serviços bancários;

VIII – imprensa.

 

Restaurantes, bares e lanchonetes:

 

Não podem funcionar.

 

Outros estabelecimentos, comerciais e industriais, podem funcionar desde que:

I – adotem sistemas de escalas, revezamento de turnos e alterações de jornadas, para reduzir fluxos, contato e aglomeração de trabalhadores;

II – implementem medidas de prevenção ao contágio pelo agente Coronavírus (Covid-19), disponibilizando material de higiene e orientando seus empregados de modo a reforçar a importância e a necessidade de: adotar cuidados pessoais, sobretudo lavagem das mãos, utilizar produtos assépticos durante o trabalho, como álcool em gel setenta por cento, e observar a etiqueta respiratória e manter a limpeza dos instrumentos de trabalho.

O Governo do Estado ressalta que todos os estabelecimentos que estão autorizados a funcionar devem adotar medidas rigorosas de higiene para os usuários e os funcionários. Tais medidas visam coibir a disseminação do coronavírus no território mineiro.

Deixe seu comentário: